Serviços de Apoio à Comercialização

Segurança alimentar e nutricional

Responsabilidade Socioambiental

CEASA

31/03/2017

Concessão - Ceasa Curitiba licita novas áreas públicas e 19 são arrematadas

Licitação Ceasa Curitiba A Ceasa Curitiba terá novos boxes à disposição do público. A empresa finalizou o processo licitatório que colocou 46 lotes em disponibilidade na unidade Curitiba. Na licitação que ocorreu na quarta-feira, 19 áreas foram arrematadas no sistema de pregão presencial, com maior oferta. Mais de 100 interessados participaram do processo de licitação pública.

As novas empresas, e as que ampliaram seus espaços na unidade, deverão iniciar suas atividades na Ceasa de Curitiba num prazo e 30 dias. Isso deve acontecer logo após a assinatura do Termo de Permissão Remunerada de Uso, contrato que faz parte do Regulamento de Mercado, e que normatiza a comercialização de hortigranjeiros e afins nos atacados das Centrais de Abastecimento do Estado.

Segundo Joarez Miranda, gerente da Ceasa Curitiba, a procura pelo edital da licitação dessas áreas foi grande, assim como pedido de informações dos procedimentos adotados junto ao pregão. “Esse processo abre novas oportunidades para ampliação das atividades comerciais no atacado de hortigranjeiros”, explica Miranda. 

Mais licitações - A diretoria da Ceasa Paraná prevê, ainda para este semestre, novas licitações de áreas em suas unidades de Foz do Iguaçu, Cascavel e Maringá. “Estamos preparando os procedimentos de aberturas desses pregões. Temos uma Comissão Permanente de Licitações que, junto com a nossa assessoria jurídica, avaliam os espaços a serem disponibilizados nos mercados. Já promovemos licitações nas unidades de Curitiba e Londrina. Seguimos as orientações dos técnicos do Ministério Público, que nos auxiliam a estabelecer prazos e regras nestes procedimentos legais”, diz Natalino Avance de Souza, diretor-presidente da Ceasa Paraná. Na unidade de Londrina foram arrematados 10 lotes, dos 28 colocados no leilão.

Ceasa Curitiba em números - A Ceasa de Curitiba tem 405 empresas atacadistas, além do Mercado do Produtor, que comporta em média, por dia, mais de 300 agricultores, dos 4.850 cadastrados, que comercializam diretamente suas produções. Foram movimentadas no último ano mais de 681 mil toneladas de hortigranjeiros, tendo um aumento de 6,7% no volume total se comparados ao período anterior (2015). Ainda no final de 2016, a unidade também ganhou um novo espaço no Pavilhão J, ampliando o Mercado de Flores, e ainda o Mercado de Orgânicos. 

“Temos mantido contatos permanentes com as respectivas entidades representativas dos produtores e permissionários, buscando atender suas necessidades e melhorar a infraestrutura física da unidade. São ações que ampliam também a visibilidade da empresa, assim como valoriza as boas práticas de comercialização que temos incentivado no mercado”, diz Natalino Avance de Souza. No último ano, foram realizadas várias obras nesse sentido, passando por reformas de espaços para os carregadores, do asfalto, galerias, calhas, da rede elétrica e de iluminação entre outras ações. A Divisão de Engenharia e Manutenção da Ceasa, já iniciou também a troca da rede de hidrantes da unidade em Curitiba.

Ouça o áudio desta matéria: javascript:void(0);/*1490971664509*/ 


Licitação Curitiba

Licitação Curitiba
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.