Serviços de Apoio à Comercialização

Segurança alimentar e nutricional

Responsabilidade Socioambiental

CEASA

23/06/2017

Mercado do Produtor da Ceasa Curitiba recebe novas obras

Mercado Produtor Ceasa Curitiba Foram iniciadas no início deste mês as obras para as novas instalações de duas novas lanchonetes, e dois novos banheiros, junto as instalações do Mercado do Produtor da Ceasa de Curitiba. “Estamos readequando as instalações para melhor atender não só os agricultores que ali comercializam diretamente suas produções, como também para os compradores e demais trabalhadores que atuam no Mercado do Produtor”, diz Natalino Avance de Souza, diretor presidente da Ceasa Paraná.

As obras foram licitadas em maio, e tem previsão de conclusão no prazo de 150 dias. A empresa Somma Engenharia, vencedora do processo, está executando as construções das lanchonetes, e dos banheiros, feminino e masculino, ambos com adaptações para portadores de necessidades especiais. “Chegamos ao valor de R$ 135 mil, sendo recursos próprios da Ceasa. As lanchonetes terão 53 metros quadrados cada uma, seguindo os padrões técnicos para bom atendimento e de segurança a todos”, explica o engenheiro civil Marco Antônio Figueiredo, gerente da Divisão de Manutenção e Engenharia – Diman, da Ceasa Paraná.

Mercado do Produtor em números

Estão cadastrados junto a gerência do Mercado do Produtor da Ceasa Curitiba, 4.831 agricultores, sendo que deste 1.400 são considerados agricultores ativos – que tem mantido comercializações com frequência no setor. Na área destinada ao Mercado do Produtor, de 13.461 metros quadrados, passam em média por dia entre 300 a 312 agricultores, de diversos municípios, principalmente da Região Metropolitana de Curitiba.

Segundo o acompanhamento realizado pela Divisão Técnica e Econômica – Ditec, da Ceasa, em média por mês o Mercado Produtor da unidade Curitiba movimenta cerca de 20 mil toneladas de hortigranjeiros.

A participação dos agricultores nos mercados atacadistas das Ceasas do Paraná, são um importante elo na movimentação das unidades. Além de participarem na comercialização direta, e no escoamento das suas produções para os atacadistas, e demais setores varejistas, os agricultores que atuam nas nossas unidades auxiliam a manter o mercado aquecido e estabilizado na oferta de hortigranjeiros”, diz Natalino Avance de Souza. O diretor presidente da Ceasa destaca ainda a parceria constante que a Aprotiba, entidade representativa dos produtores, mantém nos demais trabalhos da empresa, e nas boas práticas de comercialização de hortigranjeiros.

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.