Serviços de Apoio à Comercialização

Segurança alimentar e nutricional

Responsabilidade Socioambiental

CEASA

25/05/2018

Nota de esclarecimento

Apesar do movimento de paralisação dos caminhoneiros, as cinco unidades da Ceasa Paraná, em Curitiba, Londrina, Maringá, Cascavel e Foz do Iguaçu, permaneceram abertas todos os dias nesta semana. Nos casos de Londrina, Maringá e Cascavel, aconteceram bloqueios nas entradas dos respectivos mercados, em dias alternados prejudicando parte da comercialização dos hortigranjeiros, e dos demais serviços existentes.

As unidades de Curitiba e Foz do Iguaçu permaneceram também abertas todos os dias, porém com pouca movimentação nos boxes por parte dos compradores. Na Ceasa de Curitiba o Mercado do Produtor manteve-se aberto todos os dias, mas com a participação de cerca de 30% dos 400 agricultores que comercializam diariamente suas produções nesse local.

A diretoria da Ceasa Paraná esclarece ainda que, a respeito de uma gravação de imagens feitas no final da tarde de quinta-feira (24), na entrada da unidade de Curitiba, não procede a informação de que “não se deixariam entrar mercadorias e caminhões carregados no mercado”. A fala se refere a acessos laterais da unidade, que normalmente permanecem fechados, para que se tenha melhor controle de acesso junto a entrada principal do mercado como um todo. Estes acessos laterais não seriam abertas para não se caracterizar furo ao protesto, com riscos de possíveis tumultos.

A diretoria esclarece ainda que, respeita as reivindicações feitas pelo movimento dos caminhoneiros, mas é compromisso institucional da Ceasa Paraná garantir e auxiliar no abastecimento de hortigranjeiros no Estado.

Curitiba, 25 de maio de 2018

Diretoria da Ceasa Paraná


Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.