Serviços de Apoio à Comercialização

Segurança alimentar e nutricional

Responsabilidade Socioambiental

CEASA

19/10/2018

Ceasa Cascavel abrirá normalmente no aniversário da cidade, em 14 de novembro

Ceasa Cascavel Lei A partir deste ano a Ceasa de Cascavel atenderá normalmente no dia 14 de novembro. Nessa data é feriado municipal, em comemoração ao aniversário da cidade de Cascavel, que completará 67 anos. A decisão de liberar a abertura do atacado de hortigranjeiros na unidade aconteceu na última quinta-feira (18), quando o prefeito Leonaldo Paranhos, sancionou a Lei número 6.900, de 2 de outubro de 2018.

"É uma alteração necessária, que há um bom tempo vinha sendo solicitada pela Ceasa de Cascavel. Assim deixamos a critério de cada comerciante do atacado para manter suas atividades nessa data, sendo ponto facultativo. Isso ajuda também a manter a comercialização e abastecimento de hortigranjeiros na cidade e na região, evitando prejuízos financeiro e o desperdício de alimentos", disse o prefeito Leonaldo Paranhos.

A mudança foi proposta pelo vereador Valdecir Alcântara, que recebeu pedidos feitos pela gerência e permissionários atacadistas da Ceasa Cascavel. "Muitas vezes as empresas amargavam prejuízos, porque o fechamento nesse período afetava o recebimento e a distribuição da produção de outras regiões, nos quais o funcionamento é normal nessa data", justificou o vereador, lembrando ainda que "são produtos perecíveis, que demandam agilidade na sua comercialização".

Reinvidicação e benefícios

Para Luiza Satomi, gerente da Ceasa de Cascavel, a possibilidade de estabelecer ponto facultativo para as atividades no atacado da unidade é um grande beneficio para todos. "Já vinhamos reivindicando essa alternativa para que o mercado se mantivesse aberto, facilitando e normalizando a comercialização de hortigranjeiros na nossa região. Dessa forma mantemos o intercâmbio e fluxo normal de atividades com as outras Ceasas, além de garantir a qualidade dos produtos ofertados no mercado, assim como a estabilidade dos preços", explica a gerente da unidade. "Muitas vezes ficávamos até quatro dias seguidos sem atividades, quando esse feriado emendava com a data de 15 de novembro - feriado nacional da Proclamação da República, e o fim de semana", completou Luiza Satomi.  

Além de Luiza Satomi, participaram da solenidade de sancionamento da lei no gabinete do prefeito Leonaldo Paranhos, os permissionários atacadistas da Ceasa de Cascavel Fábio Comis, Marciel Scheidt e Hélio Genguini, que representaram os demais comerciantes da unidade.

A lei, que agora inclui também o comércio atacadista de hortigranjeiros na Ceasa de Cascavel, já previa dispensa da obrigatoriedade de fechamento para segmentos como hospitais, unidades básicas de saúde, farmácias, UPAs, Siate e Samu; comércio varejista de gêneros alimentícios, como panificadoras, mercearias, supermercados e hipermercados; hotéis, pensões e similares; restaurantes, bares, cafés, confeitarias, leiterias, sorveterias e bombonieres; postos de combustíveis; estabelecimentos de prestação de serviços funerários; praças de diversão, praça de alimentação e cinemas localizados em shopping center; locadoras de filmes. 

Fotos: Divulgação Secretaria de Comunicação Social de Cascavel

Ceasa Cascavel Lei

Ceasa Cascavel Lei

Ceasa Cascavel Lei

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.