Serviços de Apoio à Comercialização

Segurança alimentar e nutricional

Responsabilidade Socioambiental

CEASA

09/11/2018

Tecnologia Helper eleva em 90% segurança na Ceasa

Helper Entre as quatro maiores Centrais de Abastecimento do País, onde são comercializadas 65% do volume total de 1,3 milhão de toneladas de hortigranjeiros por ano no Estado, a Ceasa de Curitiba (PR) conseguiu reduzir em 90% as incidências criminais, elevando a qualidade dos serviços de segurança, com a implantação de uma tecnologia pioneira no mundo de inteligência e monitoramento remoto da Helper.

O sistema também contribuiu para aumentar a percepção de qualidade dos serviços prestados pela empresa, ampliando ainda mais o sistema de segurança e qualidade junto ao mercado atacadista.

A avaliação é do gerente da regional de Curitiba da Ceasa, Joarez Miranda, que há mais de 30 anos trabalha na empresa de economia mista, que é vinculada ao sistema Seab, da Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento.

Nosso desafio diário é cuidar da segurança de 18 mil pessoas, monitorando uma área de 510 mil m², o equivalente a 21 alqueires. É quase uma cidade, onde circulam cerca de 7 mil veículos. E onde são comercializadas, em média, 3.980 toneladas de hortigranjeiros e outros serviços na nossa unidade”, destaca o gerente da Ceasa Curitiba.

Segundo ele, a solução é revolucionária do ponto de vista de inteligência avançada em segurança. São 29 câmeras de monitoramento estrategicamente localizados na entrada, na saída, no estacionamento e no pátio da Ceasa, que, com auxílio de câmeras com visão de 360 graus, podem monitorar quase todos os pavilhões, identificando necessidades de reforço na segurança, e abertura de portões para melhorar a circulação e o fluxo de pessoas no mercado.

A solução desenvolvida pela Helper também auxilia na gestão da empresa como um todo. Permite ainda a tomada de decisões mediante informações precisas, com alto grau de transparência, oferecendo integração com outras tecnologias e registro de todas as ocorrências no Comando de Estratégias da Unidade (CEU) e Comando da Polícia Militar (CICC ).

Informações em tempo real

A transmissão de informações em tempo real, via redes de telefonia (fixa, celular, rede sem fio, fibra ótica e satélite) nos permite agir rapidamente, não apenas identificando possíveis pequenos furtos, como também coibindo os mesmos, mediante a presença ostensiva das sirenes, com luzes em giroflex, e dos dispositivos de comunicação, que reproduzem mensagens de voz, pré-gravadas, nos totens da Helper”, afirma Joarez Miranda.

Outro recurso destacado pelo gerente da Ceasa como estratégico, é a visão noturna das câmeras de segurança que possuem recurso de infravermelho que alcançam um raio de 1,5 a 2 quilômetros, auxiliando no patrulhamento no período da noite, especialmente na madrugada quando as atividades no local iniciam, às 4h30 da manhã (ainda escuro na maioria das vezes).

Toda a tecnologia embarcada desenvolvida pela Helper é fruto do empreendedorismo e visão inovadora de um time de executivos com larga experiência nas áreas de segurança e projetos voltados ao setor público, que perseguem a excelência e a prestação de serviços que fazem a diferença na vida das pessoas.

Nosso objetivo é expandir a solução para outros diversos segmentos, e também operar nas demais Ceasas do país, trabalhando para gerar economia de custos aos nossos clientes e eficiência nos serviços de segurança”, explica o diretor comercial da Helper Tecnologia, Edison Endo.

Além de Curitiba, no Paraná existem outras quatro unidades da Ceasas, são elas: Londrina, Maringá, Cascavel e Foz do Iguaçu. Municípios considerados estratégicos para a comercialização e abastecimento de hortigranjeiros no Estado, onde operam 658 empresas permissionárias e cadastrados 6.879 agricultores rurais, destes 1.760 ativos que negociam diretamente suas produções em espaços próprios nos respectivos mercados.

Sobre a Helper Tecnologia

A Helper é uma empresa voltada para o desenvolvimento de tecnologias robustas e avançadas em segurança pública. É pioneira no desenvolvimento de um novo conceito para o policiamento e monitoramento de cidades, com a criação dos Postos Eletrônicos de Inteligência em Segurança, que funcionam 24 horas por dia, inibindo a ocorrência de crimes e elevando a qualidade de vida da população.

Construídos em materiais altamente resistentes, os totens de 4 metros de altura, possuem uma roupagem das forças policiais, incluindo giroflex e sirene, atribuindo-lhe presença e um caráter altamente ostensivo e preventivo.

A tecnologia embarcada é capaz de capturar imagens, em longa distância, num raio de 360 graus, em alta definição e baixa luminosidade (à noite). Possui recursos para gravação contínua e transmissão de imagens, voz e dados para um centro de controle de inteligência em segurança pública.

Oferece ainda recursos de comunicação e interação com a população, como a propagação automática de alertas e mensagens educativas e comando de voz remoto, por parte do efetivo policial.

Possui também um botão de emergência, que pode ser acionado pelo cidadão, em casos de ocorrências, possibilitando interação em tempo real, dando agilidade ao atendimento.

E ainda pode conter recursos avançados de inteligência artificial, como reconhecimento de faces; aglomeração e contagem de pessoas; invasão e circulação em áreas proibidas; leitura de placas com cruzamento automático ao banco de dados de veículos roubados e inúmeras outras funções que facilitam a tomada de decisão por parte dos agentes de segurança pública.

Os Postos Eletrônicos de Inteligência em Segurança vêm sendo utilizados em cidades e também em indústrias, centros logísticos, universidades e outras empresas da iniciativa privada e do setor público, maximizando a segurança interna e reduzindo custos das equipes de vigilância. Mais informações: helpertecnologia.com.br.

Fotos: Divulgação Ceasa Paraná

Helper Helpper



Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.