Serviços de Apoio à Comercialização

Segurança alimentar e nutricional

Responsabilidade Socioambiental

CEASA

28/04/2009

Cotação do Tomate em Alta

O final da safra do tomate no Paraná e em Santa Catarina, e consequente queda na oferta disponível no mercado, provocou uma considerável elevação nas cotações do produto na Ceasa de Curitiba, já no meio da semana passada. A elevação do preço foi marcante no tomate de melhor qualidade, o extra AA que, após o feriado de Tiradentes, foi acumulando altas sucessivas, até iniciar esta semana com cotação 90 por cento superior à praticada no início da semana anterior. No dia 22 de abril a caixa do produto, com 23 quilos, estava cotada a R$ 28,00 e no dia seguinte (23), devido à escassez registrada, pulou para R$ 35,00. Nesta segunda-feira (27), a caixa de tomate extra AA foi comercializada a R$ 38,00.

Segundo informações da Divisão Técnica- DITEC, a oferta deverá ser restabelecida nos próximos dias, com a transferência de cargas de regiões produtoras principalmente de São Paulo e, na sequência, Rio de Janeiro, Espírito Santo e Minas Gerais. Por enquanto, a orientação é de restrição ao consumo, principalmente no preparo de molhos, onde o tomate industrializado pode ser empregado.

Os hortigranjeiros mais acessíveis nesta semana para saladas são: alface crespa (- 22,22 %), cenoura nantes AA (- 12,50), chuchu extra AA (- 14,29), couve flor grande (-16,67), pepino aodai extra AA (-6,67) e beterraba extra AA (-8). Abóbora seca, abobrinha verde extra AA, aipim comum, batata doce comum branca e pimentão verde extra AA estão com preços estáveis. Entre as frutas os destaques são o mamão formosa 19,29 por cento mais acessível e a manga tomy, com cotação 18,60 inferior.

No acompanhamento que a Ceasa de Curitiba realiza nos hortigranjeiros de maior peso na comercialização diária, oito estão estáveis, sete com preços mais elevados e quatorze com cotações menores, comparados à semana anterior.


Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.