Ceasa Paraná recebe homenagem na Assembleia Legislativa
21/11/2022 - 08:27

A Centrais de Abastecimento do Paraná – Ceasa será homenageada na próxima segunda-feira, 21 de novembro, na Assembleia Legislativa com uma Sessão Solene comemorativa aos 50 anos da empresa. O ato, que acontecerá às 18 horas, é de proposição do deputado estadual Alexandre Curi. A sessão solene será presidida pelo deputado Ademar Traiano, presidente da Assembleia Legislativa,

A diretoria da Ceasa Paraná estará homenageando, ex-funcionários da empresa, produtores, permissionários atacadistas e carregadores com placas alusivas aos trabalhos realizados junto a comercialização e abastecimento de hortigranjeiros e flores para as comunidades e municípios do Estado. “Estamos realizando essa lembrança a todos que, de uma forma ou de outra, contribuíram com as suas atuações e desempenhos em nossos mercados. A Ceasa Paraná é uma referência nacional em suas atividades, seja no atacado de hortigranjeiros bem como dos programas sociais desenvolvidos com o apoio dos produtores e dos permissionários”, afirma Éder Eduardo Bublitz, diretor presidente da Ceasa Paraná. O dirigente também aproveitará o momento para saudar todos aqueles que nestes 50 anos ajudaram e apoiaram para o crescimento das atividades do setor.

A Ceasa Paraná, empresa de economia mista vinculada ao sistema da Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento – Seab, administra cinco unidades atacadistas de hortigranjeiros – em Curitiba, Londrina, Maringá, Cascavel e Foz do Iguaçu.

Operam nessas cinco Ceasas do Estado, 740 empresas permissionárias, sendo 683 ligadas diretamente ao atacado de hortigranjeiros e flores. Estão cadastrados junto aos Mercados de Produtores dessas unidades, 6.934 agricultores rurais, sendo 1.671 ativos – que negociam diretamente suas produções.

Foram comercializados em 2021, através das Ceasas do Paraná, cerca de 1 milhão 297 mil de toneladas de hortigranjeiros, sendo que a unidade de Curitiba responde por 66,30% do volume total – 861 mil toneladas, seguido depois por Londrina, com 16,40%, Maringá, 8%, Foz do Iguaçu, com 6,5%, e Cascavel, com 2,8%.

Circulam em média, por dia, nos mercados atacadistas das cinco unidades cerca de 26 mil pessoas e 11 mil veículos, entre permissionários, agricultores, comerciantes, empregados, autônomos, que ajudam a gerar 20 mil empregos diretos, e outros 53 mil empregos indiretos.

GALERIA DE IMAGENS